Como a JBS economizou R$ 13.000,00 por mês após implementação de sistema de tratamento de água

Aqui na Hidrix costumamos dizer que não existe água que não pode ser tratada.

Buscando economizar com o uso de água própria em seus processos produtivos, a JBS cavou um poço artesiano, porém logo identificou que a água era inapropriada para uso dentro da empresa por conta do seu aspecto amarelado, que manchava qualquer coisa que encostasse nela!

Foi então que procuraram a Hidrix para entender o que estava acontecendo. Após feito a análise da amostra, constatamos que a água tinha um teor muito alto de ferro, sais e sólidos dissolvidos, o que ocasionava o aspecto amarelado, inviabilizando o uso, por exemplo, em caldeiras a vapor.

A partir dessa análise, foi feita uma instalação e implementação de uma Estação de Tratamento completa, composta de um Sistema Primário + Osmose Reversa.

O Sistema Primário consiste em um floculador, onde o uso de químicos é usado para oxidar o ferro e coagular todo o material particulado. Depois disso, a água é encaminhada à um Decantador de Alta Taxa. A água que fica na parte superior do Decantador é então direcionada à um filtro de zeólita e carvão mineral, e depois disso cai numa cisterna. Nesse momento, a água já está tratada, sem ferro e sem sólidos, porém ainda com uma alta carga de sais.

Após a água ser tratada na cisterna, a gente encaminha para um declorador, para retirar o cloro da água, e direciona para o equipamento de Osmose Reversa, que produz cerca de 5.500l de água por hora. Essa água límpida, livre de sais, é direcionada para toda a unidade, principalmente para o sistema de aquecimento da caldeira. Com a implementação deste sistema, a empresa conseguiu reduzir mais de R$ 13.000,00/mês na sua fatura.

Quer projetar o sistema assim também?

Entre em contato com a gente!

Conheça nossas soluções

Com o foco voltado para o desenvolvimento sustentável, projetamos soluções que minimizam os impactos ambientais.

Quero conhecer